Image

 

Dicas de Iluminação - Como escolher a cor da luz.

A temperatura de cor é a cor da luz, e não tem nenhuma relação com o aquecimento. As lâmpadas que emitem luz amarelada são chamadas de quentes ou mornas; as que emitem luz em branco intenso, quase azulado, são chamadas de frias; as intermediárias são chamadas de naturais ou neutras. Dúvida sobre qual escolher? Pense sempre em que efeito gostaria de ter no seu espaço: para ambientes calmos e de descanso (sala, quarto e corredores) escolha lâmpadas quentes; para os demais ambientes (cozinha, lavanderia e banheiros) escolha as lâmpadas frias. 

Branco Quente (3000k ~ 3500k) É a luz conhecida com a mais amarela, usada em ambientes com aspecto de maior relaxamento. É a iluminação ideam para salas de estar e jantar, quartos, corredores e locais para maquiagem. Essa temperatura tem a capacidade de manter as cores mais naturais, como por exemplo, deixar a cor do alimento com aspecto mais saboroso ou o tom da pele em sua cor mais natural.

Branco Frio (6000k ~ 6500k) Essa é uma tonalidade que possui um maior dinamismo, e exatamente por isso, é recomenda para locais que necessitam de maior poder de iluminação, como cozinhas, lavanderias e escritórios. Por isso de ser usado em ambientes que se necessitam de um nível maior de atenção para a realização de tarefas.

 

Painel Luminária de Led Embralumi - H2XTech

Saiba mais sobre as Luminárias Painel Plafon de Led da Embralumi

Nesse vídeo você poderá ver quais são as principais diferenças entre os Plafons de Led da Embralumi

e os encontrados no mercado, fique atendo ao Fator de Potência (FP) para não ter sobretaxa na conta de luz!

As Luminárias de Led da Embralumi têm 12 meses de garantia.

COMO CALCULAR A ILUMINAÇÃO IDEAL

Esse é um conceito fundamental para a definição da quantidade de luz mais adequada para cada situação. A iluminância é a quantidade de luz presente em um ambiente ou superfície e a unidade de medida utilizada é o LUX (lx).

Existe uma Norma Técnica que determina o nível de Iluminância ideal para ambientes de acordo com as atividades que serão executadas no espaço. A norma é a NBR 5413 (Iluminância de Interiores) da ABNT. Conheça os principais níveis de iluminância residencial normatizados.

Para avaliar se um conjunto de iluminação artificial está bem dimensionado para o ambiente e para as tarefas que ali serão executadas você precisa calcular o nível de iluminância e confrontar com a tabela da norma ABNT. Mas, como calcular o nível de iluminância em um ambiente ou superfície?

Esse cálculo é complexo e envolve uma série de fatores que interferem em maior ou menor grau na iluminância no ambiente. Os profissionais da Luminotécnica utilizam vários outros conceitos e ferramentas para definir com maior precisão a real necessidade de luz para cada ambiente.

Aqui você encontra uma forma simplificada que vai te ajudar a ter uma ideia se a luminária e a lâmpada escolhidas fornecerão luz suficiente.

A fórmula simplificada é  lm (fluxo luminoso da lâmpada) /m² do ambiente = lux

Um exemplo de análise: você tem um dormitório de 20 m² e quer instalar um plafon com três lâmpadas fluorescentes compactas de 11W (cada uma delas emite 700 lúmens). Qual a iluminância no ambiente?

 

3 x 700 lm/20 m² = 2.100 lm /20 m² = 105 lux

 

Segundo a norma ABNT um dormitório deve ter no mínimo 50 lux para a luz geral, portanto, concluímos que nesse caso, o plafon com três lâmpadas está superdimensionado.

Outra forma de conduzir a análise é verificar primeiro a iluminância que a norma indica para determinado ambiente, para então, chegar à quantidade de fluxo luminoso necessária.

 

X lm /20 m2 = 50 lux ? X lm = 50 x 20  ? X lm = 1.000 lúmens

 

Para esse ambiente 1.000 lúmens é o ideal. A opção mais correta é um plafon com duas lâmpadas de 11W, que somam 1.400 lm. Podemos adotar esse padrão com mais lúmens, porque existe uma depreciação do fluxo luminoso basicamente por dois motivos: a existência de um difusor que reduz a emissão da luz para o ambiente e a depreciação do fluxo luminoso ao longo do tempo.

A única maneira de conseguir uma avaliação precisa do nível de iluminância é com a utilização de um luxímetro ou fotômetro.